Rio de Janeiro,
CAPÍTULO V - História ou Pré-História

 Conforme prometido no capítulo anterior, será transcrita
neste a parte final da primeira comunicação do Mestre KALLABY SUFF HARAM, cujo
teor determinou definitivo uma nova conotação para o núcleo espírita surgido em
consequência das reuniões acontecidas na pequena casa de uma vila em Ipanema
onde residia com sua esposa, mãe e filho o nosso presidente perpétuo Ewaldo
Reis e Silva para quem na comunicação acima mencionada, emocionado, o nosso
Guia Chefe passou a dirigir as seguintes palavras.

Tenho uma importante missão junto a esse Planeta. É um
projeto muito belo do qual a pedra fundamental é uma pequenina Tenda cujo nome
será Tenda Espírita Irmãos do Oriente. Se pensa você que o motivo de
escolhermos esse nome foi sua grandiosidade ou que se assim o fizemos por ter
sido o Oriente o cenário do importante fato, ocorrido no dia 06 de Janeiro, que
acabei de contar-lhes, engana-se. Esse nome foi escolhido porque um dia nos
céus do Oriente apareceu uma estrela de fulgurante luminosidade, anunciando a
vinda de um espírito que se fazia carne para vir ensinar à Humanidade a palavra
fraternidade. Esta casa será uma obra de meu espírito, mas terá de ser mantida,
organizada, fatorizada por todos os homens de boa vontade, que queiram praticar
a caridade, aos quais sempre darei meu apoio e o auxilio dos Irmãos do Oriente.



Quanto a você, Ewaldo, quero que seja o chefe desta empresa,
o comandante deste navio, ou o presidente desta Tenda, como queira. Sempre que
puder estarei com todos auxiliando, orientando, ensinando tudo que possa dentro
dos meus limitados conhecimentos. No próximo encontro trarei instruções
importantes sobre a estruturação e organização de nossa pequenina casa. “E
apontando para o Evangelho disse:” Tragam papel para anotá-las, mas não esqueçam
desse livro, pois este os guiará muito melhor do que eu. Vocês são como as
folhas de papel em branco e muito tem que aprender para obter êxito em seus
trabalhos no campo espiritual. Agora tenho que partir; o tempo que me foi
concedido terminou. Peço que o bondoso pai Alah os abençoe e me despeço de
todos os irmãos que aqui estão com a nossa senha, a senha de todo irmão do Oriente:
“GLÓRIA A DEUS NAS ALTURAS E PAZ NA TERRA AOS HOMENS DE BOA VONTADE.”



Logo após esta memorável mensagem alguns irmãos, alcunhados
posteriormente como sócios fundadores da T.I.O., se estruturaram com o objetivo
de dar vida local ao centro espírita de fato 
existente. Neste interregno, o estabelecimento de ensino, que funcionava
no andar térreo do prédio onde residia a irmã Emerita, encerrava suas
atividades, e a nossa instituição caritativa, já estando juridicamente
organizada, alugava o imóvel em causa. Os móveis foram adquiridos por compra ou
doações e, obedecendo à orientação vinda do além, foi festivamente inaugurado o
nosso Lar Espiritual, em 06 de Janeiro de 1944. Local: Rua Real Grandeza nº.
26- Botafogo - Distrito Federal.



Nesta data nosso Guia e protetor primeiro KALLABY SUFF
HARAM, incorporado em Dª. Emerita, brindou os presentes com uma bela e
filosófica comunicação descrevendo sobre a guerra mundial que transcorria neste
planeta e suas maléficas consequências para a Humanidade.



Finalizando sua eloquente fala, exortou a todos os humanos
promoverem o combate contra a guerra, pregando o evangelho da harmonia e a
religião do pacifismo.



Sem dúvida a comunicação naquele dia nos oferecida foi a
essência da doutrina que prevaleceu e prevalecerá na TENDA ESPÍRITA IRMÃOS DO
ORIENTE.



Posteriormente, através de outros seres espirituais, ficamos
cientes de que o espírito de luz nosso Guia Chefe tinha sido designado, pelo
Governador da Terra, Comandante das Forças Divinas que combateriam a “Guerra
contra a Guerra”, oriunda de mentes perversas e doentias, infelizmente,
humanas.



Tempos depois KALLABY SUFF HARAM, ao anunciar que por causa
do núcleo magnético em que tinha ingressado, não mais incorporaria em humanos.
Esclareceu que muitos grilhões teriam que ser quebrados, mas que a PAZ total,
irrestrita e duradoura, ainda seria implantada nos primórdios do Terceiro
Milênio.



Resumindo, a grande obra TENDA DOS IRMÃOS DO ORIENTE, tanto
nos viés material como espiritual, teve suas raízes num humilde culto familiar
e, pelo visto, sua história está “gravada nas estrelas”.



A responsabilidade pelo seu destino começa a passar para
mais uma nova geração de irmãos de boa vontade. Como único sobrevivente do
inicio dessa história-que é realmente a pré-história da T.I.O. - fui instado a
narrá-la para os irmãos presentes e pósteros de nossa comunidade eis que, a
partir de 1944 poderá pesquisá-la em nossos registros oficiais. Não sei se
cumpri, a contento, esta missão e por isso peço desculpas pelas imperfeições
naturais de um escrevente amador, porém embutido de grande dose de boa vontade.
No entanto tive uma remuneração moral. Sem perceber, prestei uma homenagem à
mulher Emerita Jezler Favilla, minha mãe carnal nesta minha existência. Este
espírito exponencial, não duvide, hoje, no plano onde se encontra, protege a
todos que igualmente a ela trabalham para perpetuação da obra do nosso Guia
Chefe KALLABY SUFF HARAM. 

Home | localização | Contato Todos os direitos reservados à T.I.O